“R$ 200 milhões daria pra construir 10 trincheiras na Linha Verde, 15 unidades de saúde, 100 quilômetros de pavimentação ou 100 creches”, afirma Fruet sobre subsídio

Foto: Ricardo Marajó/FAS
Foto: Ricardo Marajó/FAS

Em entrevista ao programa Direto de Brasília, o deputado federal Gustavo Fruet (PDT) comentou o novo reajuste da tarifa de ônibus, que a partir do dia 28 vão a R$ 4,50.

“A Prefeitura se rendeu ao sistema e faz uma propaganda, sem precedentes, em rádios, TVS e sites comemorando o reajuste para R$ 4,50. Eles acham que o povo é idiota. Nesses dois anos da atual gestão, a tarifa do usuário aumentou acima da inflação e a tarifa técnica teve o maior aumento da história, cerca de 30%”, afirmou.

O ex-prefeito de Curitiba analisou ainda o aporte de R$ 200 milhões anunciados pelo Governo do Estado e Prefeitura para subsidiar o sistema.

“Com os R$ 200 milhões anunciados de subsídio daria, por exemplo, para construir 10 trincheiras na Linha Verde. Entregamos três trincheiras ao longo da nossa gestão. Também seria possível construir 15 unidades de saúde, fazer 100 quilômetros de pavimentação ou erguer 100 creches”, explica.

Fruet lembra ainda que os recursos para renovação da frota estão embutidos na tarifa. “A compra de ônibus novos não é favor nenhum. A renovação da frota está embutida na tarifa e as empresas recebem esse dinheiro. Aliás, a renovação está abaixo do prometido e do previsto em contrato”, dispara.

O deputado paranaense afirma que a atual gestão administra em benefício dos empresários do transporte.

“Perdoaram multas de R$ 50 milhões que foram lançadas por nossa gestão porque as empresas não cumpriram indicadores de qualidade. Só a nossa gestão fiscalizou as empresas. A atual gestão afrouxou na fiscalização, entrou em acordo com os empresários e segue reajustando a tarifa técnica acima da inflação. Estão armando mais uma bomba relógio”, finaliza.

Foto: Ricardo Marajó/FAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *