Projeto de Fruet destina 5% do valor das multas ambientais para castração de animais

Sem título

 

 

 

 

 

O deputado federal Gustavo Fruet (PDT-PR) apresentou na Câmara um Projeto de Lei que prevê que 5% da arrecadação com multas ambientais sejam destinados à castração de animais.
Além da questão sanitária, a iniciativa busca preservar o bem estar de cães e gatos, já que dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) revelam que o país tem cerca de 30 milhões de animais abandonados.
“Além do sofrimento a que são submetidos, os animais abandonados representam uma série de problemas para a saúde pública, já que podem transmitir zoonoses como raiva, esporotricose, leishmaniose e leptospirose. Isso sem contar os problemas como acidentes de trânsito, sujeira, ataques a pessoas, entre outros”, argumenta Fruet.
De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil tem hoje mais de 33 milhões de domicílios com algum cachorro e mais de 14 milhões com algum gato.
“Como muitos domicílios têm mais de um cão ou gato, o número total de animais é certamente bem maior. Segundo o Instituto Pet Brasil, esse número seria de 54 milhões de cães e 24 milhões de gatos”, avalia o deputado.

Inspiração

Segundo o deputado, o projeto tem como base sua experiência como prefeito de Curitiba. “Apesar de todo avanço que conseguimos implantar na questão animal, puder perceber a dificuldade que as Prefeituras, principalmente as menores, têm em manter uma política pública de castração”, explica.
Como Prefeito de Curitiba, Fruet adquiriu o primeiro Castramóvel próprio da cidade, criou a Guarda Municipal de Proteção Animal, investiu na construção do Centro de Referência de Animais em Situação de Rua, autorizou os abrigos a receberem os animais dos moradores de rua e distribuiu roupas para os animais de rua no rigoroso inverno da capital do Paraná.
O primeiro castramóvel próprio da Prefeitura de Curitiba foi entregue por Fruet em 2016. O veículo é considerado pelos técnicos como o mais moderno do país, pois é um dos únicos a ter gerador próprio, além de possuir salas de pré e pós-operatório.
O equipamento tem capacidade para atender até seis animais (cães e gatos) por hora, cerca de 40 ao dia.
Na gestão Fruet (2013 a 2016), mais de 15 mil animais foram castrados em Curitiba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *