Gustavo disse que a inovação e a tecnologia vão pautar o desenvolvimento de Curitiba

30 de setembro de 2016

Na manhã dessa sexta-feira (30), o prefeito de Curitiba e candidato à reeleição pela coligação Curitiba Segue em Frente (PDT/PV/PTB/PRB/PPS), Gustavo Fruet, salientou que a inovação e os negócios em tecnologia vão pautar o desenvolvimento de Curitiba nos próximos anos durante sabatina organizada pelo APL Software, Arranjo Produtivo Local de empresas de tecnologia ligadas ao Sebrae no Paraná. O evento reuniu cerca de 45 pessoas na sede do Sebrae em Curitiba, no bairro Rebouças, e teve a mediação do presidente do APL Software de Curitiba, Marcelo Woiciechovski.

O grupo ouviu as propostas do prefeito para o próximo mandato para incentivar novos negócios na cidade e entregou uma pauta de reivindicações do setor. Entre elas, está a revitalização da infraestrutura do Parque de Software, na Cidade Industrial, a melhora da segurança jurídica do Tecnoparque e incentivos fiscais para o setor.

Gustavo salientou que a área de tecnologia da informação faz parte do planejamento de desenvolvimento da cidade, inclusive com a atualização do Plano Diretor de Curitiba para o novo ciclo econômico com base em inovação.

“O futuro da cidade está aqui, vinculado à infraestrutura, capital humano ligado à inovação e assistência social. Fizemos um forte investimento em educação com destinação de 30% do orçamento e conseguimos ter hoje o melhor ensino público básico entre as capitais, segundo os dados do Ideb. Desde o ano passado, Curitiba coloca mais dinheiro que o governo federal no Sistema Único de Saúde (SUS). Em relação ao terceiro fator, a inovação foi prioridade e para isso abrimos toda a base de dados da prefeitura para o desenvolvimento de aplicativos, que ainda não resultou em negócios mas esse processo está amadurecendo para isso. Nós incentivamos o Hackathon para o uso das informações da prefeitura e temos na cidade convênios com três instituições estrangeiras para fazer pesquisas, uma delas no monitoramento da qualidade do ar com uma universidade sueca.”

O prefeito falou ainda que a prefeitura incentiva as micro e pequenas empresas com a prioridade ao setor nas compras públicas. “Nós fizemos 22 licitações voltadas para pequenas empresas de serviços, num total de cerca de R$ 20 milhões. Além disso, lançamos uma licitação de R$ 70 milhões para a compra de grandes sistemas de tecnologia, mas esse processo foi suspenso pelo Tribunal de Contas. No nosso plano de governo – ‘Curitiba, Cidade inteligente’ -, prevemos fazer a modernização da administração da prefeitura com recursos, já liberados, pelo BNDES. Nos últimos dois anos, nós recuperamos a governança de TI dentro da prefeitura. Nós formamos agora a primeira turma de servidores, em parceria com a PUC.”

Outro incentivo dado pela prefeitura de Curitiba para as micro e pequenas empresas da cidade foi a criação e implantação de oito Espaços Empreendedor nas Ruas da Cidadania, em parceria Sebrae. Os locais oferecem apoio para micro e pequenos empresários para orientar o negócio e conseguir acesso ao crédito. Ao todo, já foram realizados mais de 170 mil atendimentos e mais de 5,7 mil pessoas capacitadas.

O APL de Software de Curitiba começou a ser articulado em maio de 2006. A APL Software forma um ecossistema de empresas de Tecnologia de Informação em que os empreendedores trabalham em cooperação para desenvolver o setor. A busca das empresas é por capacitação e desenvolvimento integrado para criar novos negócios, gerar emprego e gerar crescimento econômico.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vídeos do Gustavo

Curta o Gustavo