Fruet quer saber do novo ministro o que há de concreto em plano de vacinação

publicidade covid

O deputado federal Gustavo Fruet entrou, nesta quinta-feira (25), com pedido de informação ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga para saber o que há de concreto na informação veiculada em publicidade institucional nas redes sociais e televisão acerca da compra de mais de 560 milhões de doses de vacinas contra a Covid19.
O parlamentar questiona se houve a efetiva compra/negociação de 560 milhões de doses ou apenas o indicativo de intenção de compra; e, se sim, quais são os laboratórios/fabricantes com os quais o Ministério efetivou a compra.
“Não há mais espaço para amadorismo. O presidente já trocou quatro vezes o ministro da saúde em plena pandemia e até hoje não temos um plano efetivo de enfrentamento do vírus”, afirma Fruet.
Sem explicar como, o novo ministro declarou ontem (24) que o governo pretende passar a imunizar 1 milhão de pessoas dia.
Fruet quer explicações. “Um ano se passou desde o início da pandemia, chegamos a 300 mil mortes e não se apresentou um cronograma efetivo de vacinação. A vacina é a única forma de vencermos essa batalha e ajudarmos na recuperação da nossa economia. O desemprego cresce, o país está indo a bancarrota e quem deveria estar trabalhando na recuperação parece viver num mundo paralelo. Descolado da realidade”.
No mesmo pedido de informações, o deputado do Paraná também questiona o custo de produção e veiculação em redes sociais e veículos de comunicação (rádio e TV) da publicidade que divulga a suposta compra de vacinas.
“Comunicação é importante. Fundamental para orientar a população neste momento tão desafiador. Mas não pode ser usada para confundir, recuperar imagem política ou fins eleitorais”, dispara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *