Fruet apresenta emenda para revitalização do Contorno Sul de Curitiba

Contorno

O deputado federal Gustavo Fruet (PDT/PR) apresentou emenda à Lei de Diretrizes Orçamentária da União de 2020 para que sejam executadas as obras de revitalização do Contorno Sul de Curitiba, estimadas no valor de R$ 550 milhões.

“Desde 2009, verificou-se a necessidade de adequação do trecho. Nele trafegam diariamente milhares de veículos, sendo que boa parte constituída de ônibus e caminhões, ocasionando tráfego intenso e acidentes”, argumenta o ex-prefeito de Curitiba (2013-2016).

O Contorno Sul interliga quatro trechos de rodovias federais. Conecta o interior do Estado do Paraná a Curitiba. Inicia-se na BR-116, no sentido Porto Alegre, e termina na BR-277, no sentido Campo Largo.

Em anteprojeto apresentado pelo DNIT, a obra contempla 14,6 km, contando com três pistas em cada direção, acrescida de uma faixa central de segurança, acostamento, infraestrutura cicloviária, cinco passarelas, entre outras intervenções.

“A frente da Prefeitura de Curitiba, apresentamos o projeto de revitalização do Contorno Sul ao governo federal em 2013. No ano seguinte, anunciaram que nossa demanda seria atendida. Mas, com o aumento da crise econômica, as obras nunca tiveram início”, comenta Fruet.

Em maio de 2014, o governo federal chegou a anunciar que a obra de revitalização do Contorno seria incluída no PAC para a capital paranaense. Na época, foi anunciado que o edital da obra seria lançado em agosto daquele ano, com estimativa de custo de cerca de R$ 400 milhões.

Pedido de informações

O Ministério da Infraestrutura e DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) não tem previsão para execução das obras no Contorno Sul.

A informação foi confirmada esta semana na resposta dos dois órgãos ao pedido de informações encaminhado por Fruet em abril deste ano.

“Em razão da complexidade e magnitude da obra, aliada às dificuldades e restrições de recursos, não há previsão do DNIT licitar a obra no curto prazo”, afirma o Ministério.

“Até por conta desta resposta fiz questão de apresentar a emenda. É uma obra fundamental que teria impacto direto na vida das pessoas e na economia da região”, explica o deputado paranaense.

Confira a íntegra da resposta do Ministério: RIC 486 – 2019 – Resposta Contorno Sul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *