Brasil tem mais de 200 mil imóveis inacabados do Minha Casa Minha Vida

_mg_0704_04092015094228

 

 

 

 

 

 

Mais de 200 mil unidades habitacionais do programa Minha Casa Minha Vida estão pendentes de finalização.

O número consta na resposta do Ministério do Desenvolvimento Regional ao pedido de informações apresentado pelo deputado federal Gustavo Fruet sobre os cortes no programa habitacional do governo federal.
De acordo com a resposta, todas as unidades não finalizadas foram iniciadas nas gestões anteriores ao governo Bolsonaro. Não são citados imóveis iniciados pela atual gestão.
“É impressionante o número de unidades pendentes de finalização. Isso torna ainda mais grave o corte de recursos do programa. Parte da verba foi recomposta através da Câmara, mas certamente não é suficiente sequer para finalizar esses imóveis. Muito menos para dar início a novos empreendimentos”, comenta o deputado.
O Ministério não respondeu a pergunta de Fruet sobre os evidentes impactos do corte orçamentário destinado ao Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), que financia as obras da faixa 1 do antigo Minha Casa Minha Vida, hoje chamado de Casa Verde e Amarela.
O deputado, através de outro pedido de informações, fez a mesma pergunta ao Ministério da Economia, que evidenciou que os possíveis impactos não foram avaliados.
“Além de afetar as famílias que dependem do programa, o corte também impacta diretamente a nossa economia, que mais do que nunca precisa de estímulos para gerar empregos e renda”, completa Fruet.

Foto: Cohab Curitiba

Confira a íntegra da resposta do Ministério: Tramitacao-RIC-522-2021 – MDR FAR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *